Item adicionado ao orçamento


Finalizar orçamento

Brasileiros consomem apenas 24,1% de frutas, legumes e verduras recomendados

28/07/2020
Brasileiros consomem apenas 24,1% de frutas, legumes e verduras recomendados

SAIBA COMO ESTÁ O CONSUMO DE HORTALIÇAS E FRUTAS PELOS BRASILEIROS

Brasileiros consomem apenas 24,1% de frutas, legumes e verduras recomendados

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO/ONU) definiram que o ideal para uma dieta saudável é que as pessoas consumam, no mínimo, 400 gramas de frutas ou hortaliças por dia. 

Essa recomendação faz parte de uma estratégia integrada da FAO/ONU para promover um maior consumo de frutas e verduras e, assim, reduzir o impacto da má alimentação na saúde da população mundial. 

O relatório Cenário Hortifruti 2018, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), aponta que o Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. Entretanto, essa grande produção não parece estar refletida no consumo. 

O País está muito longe de uma dieta equilibrada. E é sobre o consumo de frutas, legumes e vegetais dos brasileiros que iremos mostrar neste post.

 

COMO ANDA O CONSUMO DE FLV PELOS BRASILEIROS

 

De acordo com dados divulgados pela OMS, 24,1% dos brasileiros consome a quantidade mínima recomendada de frutas, legumes e vegetais. Veja como esta esse consumo entre homens e mulheres:

  • Entre os homens, o percentual verificado pela pesquisa é ainda menor: apenas 19,3% atendem às recomendações; 
  • Entre as mulheres, a situação é um pouco melhor e o consumo atinge 28,3% do total. 

 

Leia também: NASA USA TECNOLOGIA DA HIDROPONIA PARA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO ESPAÇO

 

Esse cenário aponta que o brasileiro consome menos da metade de FLV do que um europeu. Segundo o Instituto Brasileiro de Frutas (IBRAF), o consumo per capita no Brasil é de 57 kg/ano, enquanto o da Espanha é de 120 kg/ano, o da França, 114,8kg/ano, o da Itália, 114 kg/ano, e o da Alemanha, 112 kg/ano. E a FreshFel, associação europeia de produtos frescos, diz que a média europeia é de 129 kg de frutas e hortaliças por ano. 

 

nhsmaquinas.com.br

 

OPAS ATRIBUI O BAIXO CONSUMO DE FLV A ÓBITOS

 

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) estima que cerca de 2,7 milhões de óbitos podem ser atribuídos a um baixo consumo de frutas e vegetais. Isso acontece porque nosso organismo necessita dos nutrientes encontrados em grande densidade nas FLV. A falta ou a deficiência desses nutrientes pode desencadear problemas de saúde, dos mais simples aos mais graves.

Estudos sobre nutrição e prevenção de doenças crônicas sugerem correlação entre a alimentação e a prevenção e o controle de doenças crônicas como diabetes, doenças cardiovasculares, alguns tipos de câncer, entre outras. 

Um desses trabalhos, realizado pelo norueguês Dagfinn Aune e publicado no International Journal of Epidemiology, envolveu mais de 2 milhões de pessoas. A pesquisa apontou que o consumo diário de 800g de FLV pode estar associado à redução de 31% no risco de morte prematura, 24% no risco de cardiopatias, 33% no de derrames, 28% no de doenças cardiovasculares e 13% no de câncer.

 

INICIATIVAS QUE PROMOVEM O CONSUMO

 

A Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas (Abcsem) lidera a campanha “AlimentAção + Salada”, uma iniciativa de caráter nacional que, em conjunto com as empresas e entidades ligadas ao setor, visa incentivar o consumo de hortaliças diariamente pela população. 

O projeto conta com 22 apoiadores,número que cresce permanentemente, incluindo empresas do setor privado e de associações ligadas ao setor. “A ideia é difundir o conceito da campanha na feira para um público que virá de todos os lugares do País, a fim de conquistarmos ainda mais corpo e notoriedade a esse projeto, que visa o fortalecimento do setor por meio da conscientização da importância de alimentação saudável, com a ingestão diária de hortaliças pela população”, disse o diretor executivo da Abcsem, Marcelo Pacotte.

 

Leia sobre a produção de alimentos em:  ENTENDA COMO A HIDROPONIA PODE SER A ALTERNATIVA PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR DIANTE DA MUDANÇA CLIMÁTICA

 

O Instituto Brasileiro de Horticultura (Ibrahort) garante que as pessoas preocupadas com alimentação mais saudável são orientadas por nutricionistas a consumir mais hortaliças, e, com isso, aumenta a presença desses produtos na mesa dos brasileiros.

“Todas as redes de fast food hoje têm opção de salada, os restaurantes em geral estão investindo em entradas com saladas, está surgindo a indústria das saladas prontas, o que facilita o consumo”, afirma o presidente Stefan Adriaan Coppelmans. “Está se criando e promovendo a cultura do consumo de hortaliças”, finaliza. 

Como vimos, o baixo consumo de hortaliças gera instabilidade na saúde e até óbitos, como está o seu consumo? Comente!

 FONTE: https://plataformahidroponia.com/noticias/saiba-como-esta-o-consumo-de-hortalicas-e-frutas-pelos-brasileiros?fbclid=IwAR0fDlPxayEdn9OcIMNzJr5kmbzch-7-6bV0SEoIsyA7PvkIFp5uT2p7s_I



Gostou? compartilhe!

FALE CONOSCO

FACEBOOK